Artigos

  • Bullying ou mimimi: qual é o limite das brincadeiras nas empresas?

    Por Marcelo Olivieri*  No Brasil, as brincadeiras são inerentes a vários ambientes, desde as reuniões de família, passando pelos encontros entre os amigos e até nos locais de trabalho. Elas ajudam a construir relacionamentos mais próximos e informais, diminuindo as barreiras entre as pessoas. No mundo organizacional, dão suporte para que as pessoas interajam e […]

  • eSocial: A importância dos sistemas e do apoio das associações e sindicatos empresariais

    Por Odair Fantoni* Que o eSocial não é tarefa fácil nem mesmo para as grandes corporações todo mundo já sabe. Fato é que, acompanhando, através de alguns grupos de profissionais, diversas empresas do primeiro grupo a ingressar no eSocial, encontramos relatos que, ainda em agosto milhares de empresas não conseguiram entregar suas respectivas folhas desde […]

  • A intervenção mínima do Judiciário na autonomia da vontade coletiva

    Por Paulo Sergio João* A insegurança jurídica de normas de convenções coletivas ou acordos coletivos de trabalho sempre foi considerada elemento da dificuldade para os avanços nas negociações coletivas, as quais, na sua maioria, limitavam-se à repetição de direitos já assegurados por lei, com pouca margem de criatividade ou adaptação, quer por iniciativa de sindicato […]