Artigos

Líder, é hora de refletir sobre sua produtividade

Share Button

Por Ricardo Resstel*

Você conhece alguém que gosta de estar ocupado? Alguém que simplesmente ama a sensação de completar uma lista de tarefas? Conheço pessoas que, inconscientemente, determinam seu valor por quantas coisas realizam durante o dia ou quantos papeis conseguem assumir. Mas, conversando com elas, fica claro que estar ocupado é bem diferente de ser produtivo. De fato, a maioria delas se sente pouco produtivo.

Como John Maxwell afirma, seu sucesso está em sua agenda diária e identificar quais responsabilidades assumir faz toda a diferença no seu crescimento. Nesse fim de ano quero que você reavalie suas responsabilidades para que você construa um 2018 muito mais produtivo que 2017.

Então, pegue papel e caneta que nós vamos juntos definir o que deve e o que não deve estar em sua lista de responsabilidades.

Quais responsabilidades assumi?
A primeira coisa que você precisa identificar são as responsabilidades que você assumiu. Algumas são muito óbvias, como por exemplo a de ser pai ou cônjuge, outras podem passar despercebidas. Há coisas que você simplesmente abraça de forma não intencional, como assumir a carga de trabalho de um colega ou dar suporte emocional para alguém.

Essas são responsabilidades que se acumulam e acabam por drenar sua energia e paixão pelos seus objetivos. Você as assume com a intenção de ajudar, mas muitas vezes isso se torna mais um obstáculo que, de fato, uma ajuda. Liste, então, todas as suas responsabilidades: desde levar o lixo para fora até serviços voluntários. Coloque tudo na lista.

Sugiro que você escreva essa lista e comece a identificar quais são as coisas importantes e quais são as coisas não tão importantes. Marque, então, tudo aquilo que você NÃO TEM que fazer caso você não queira. Isso irá ajudá-lo a priorizar, o que nos leva à próxima pergunta.

Que responsabilidades outra pessoa poderia ter assumido?
Agora é o ponto chave dessa história. Retorne aos itens que você marcou e dê uma boa lida neles. Quais pontos poderiam ser realizados por uma pessoa que tem mais tempo, mais habilidade ou conhecimento para executá-las? Ou seja, quais responsabilidades deveriam estar nas mãos de outras pessoas?

Quando você identificar esses itens, sublinhe-os. Repasse a lista mais de uma vez, certamente você encontrará novos itens que deveriam estar fora da sua lista e que não só poderiam, mas deveriam estar sendo realizados por outras pessoas mais indicadas para o serviço.

No final das contas, nada disso adiantará se você não fizer nada na prática. Encontre pessoas para assumirem as responsabilidades sublinhadas. Embora isso seja um alívio para você, para outros pode significar crescimento em direção a novas responsabilidades.

Se você está preocupado em parecer preguiçoso por repassar tantos itens, fique tranquilo. Ao abrir espaço em sua agenda, passando adiante as ações menos importantes, você se verá disponível para assumir as responsabilidades que realmente te levarão em direção aos seus objetivos. É nesse momento que você, de fato, se torna produtivo. Comece esse exercício hoje e prepare o terreno para um 2018 muito mais produtivo.

Ricardo Resstel

*Ricardo Resstel é coach e especialista em liderança e membro licenciado do John Maxwell Team/Foto extraída do vídeo Como demitir um colaborador

Posted in: