SERVIÇOS E PROJETOS >ABRH na Praça

  • ABRH na Praça

    abrhnapraca

    Referência em responsabilidade social corporativa, o ABRH na Praça chegou à 9ª edição e foi a forma com que a ABRH-Brasil comemorou seus 50 anos junto com o público em geral. No dia 13 de novembro de 2015, dia do aniversário da associação, seccionais de nove Estados levaram às ruas do país serviços gratuitos de Recursos Humanos. Sob o tema Recursos Humanos para um Brasil Forte! Talento, Inovação e Trabalho, o evento ganhou nova identidade visual, acompanhando as mudanças comemorativas do cinquentenário.

    No total, cerca de 78 mil pessoas foram atendidas por mais de 1.000 voluntários em atividades como orientação profissional, elaboração e captação de currículos, oferta de vagas de emprego, palestras sobre o mundo do trabalho e exames de saúde, entre outras.

    No Maranhão, o ABRH na Praça foi realizado em São Luís. Edilson Lira, presidente da ABRH-MA, relatou que a maior demanda foi por orientação profissional e entrega de currículos: 61.233 currículos, uma média de 4.082 por empresa, já que 15 companhias disponibilizaram oportunidades de trabalho no evento.

    Outro Estado em que os números surpreenderam foi o Espírito Santo: mais de 53 mil currículos captados. Realizada no município de Serra, a edição capixaba mobilizou 107 voluntários e atraiu em torno de 15 mil visitantes, superando todos os números registrados nos eventos anteriores. Logo cedo, 9 mil pessoas aguardavam pelo início do atendimento.

    “O evento foi procurado não só pela população de baixa renda, como normalmente ocorre, mas também por profissionais já capacitados, porém que estão desempregados devido à crise no país”, relatou Neidy Christo, diretora de Eventos da ABRH-ES.

    O aumento do desemprego também deu o tom em Mato Grosso do Sul. A ABRH-MS realizou o evento em Campo Grande, por onde passaram aproximadamente 4 mil pessoas. Renan Cesco, presidente da entidade, destacou o interesse massivo da imprensa. Christiano Acosta, diretor de Relações Institucionais e Eventos da ABRH-MS, explicou: “Com a crise econômica, 15 mil postos de trabalho foram fechados na capital e a oferta de trabalho temporário para o final do ano caiu 70%. No ABRH na Praça, disponibilizamos 2 mil oportunidades ao público”.

    Evento ampliado
    Neste ano, três seccionais do Nordeste realizaram o ABRH na Praça em mais de um local. Em Sergipe, o evento aconteceu simultaneamente em Aracaju e em Lagarto, no interior. A busca pela elaboração de currículos atrativos confirmou que a população procura mecanismos para se recolocar no mercado de trabalho. “A carência da população chama a atenção. A gente percebe a necessidade de uma palavra de incentivo nesse momento crítico e de incertezas”, comentou Noêmia Lucas, presidente da ABRH-SE.

    A exemplo dos anos anteriores, a deficiência do sistema de saúde se refletiu no ABRH na Praça através da alta procura pelos minicheck-ups, que incluem, por exemplo, aferição da pressão arterial e hemograma. Na Bahia, onde o evento aconteceu simultaneamente em Salvador, Feira de Santana e Itabuna, os números se alternaram: enquanto na capital e em Feira de Santana a tenda Saúde do Trabalhador foi a segunda mais procurada, atrás da Tenda Oportunidades, com oferta de trabalho, em Itabuna, liderou a demanda com um movimento quase quatro vezes superior às oportunidades de emprego.

    Também em Pernambuco e no Ceará, os exames de saúde foram os mais procurados. Neste ano, assim como os sergipanos, os cearenses realizaram duas edições, uma no próprio dia 13, no Cariri, e outra, um dia antes, em Fortaleza, onde a ABRH-CE incentivou o empreendedorismo com uma tenda da Feira de Economia Criativa.

    O ABRH na Praça aconteceu, ainda, em Porto Alegre, mobilizando 27 voluntários, que prestaram atendimento a quase 2,5 mil pessoas, e no Rio de Janeiro, onde o evento foi criado. Neste ano, a ABRH-RJ realizou a 11ª edição e inovou ao criar um espaço dedicado à doação de livros para quem passasse por um dos serviços prestados nas tendas. Ao final, 1.000 livros foram doados, resultado considerado um sucesso pelos organizadores, que contabilizaram a presença de 30 mil pessoas e a mobilização de 100 voluntários.

    No Paraná,  o ABRH na Praça aconteceu no dia 17, na Praça do Conhecimento, em Maringá, e a ABRH-PB realizou no dia 20, Praça Clementino Procópio – João Pessoa – Das 8h às 15h.  A ABRH-GO antecipou a realização para setembro

    Origem
    O ABRH na Praça foi criado em 2005 pela ABRH-RJ. Dois anos depois, em 2007, foi integrado ao elenco de projetos da ABRH-Brasil e passou a ser promovido em parceria com suas seccionais nas diferentes regiões brasileiras.