Notícias

Em 2019, empresas vão investir mais em employer branding

Share Button
Mas 24% não têm uma área específica pelas iniciativas nesse campo
Stock Snap/Pixabay
people-2569234_StockSnap_Pixabay_br

As iniciativas de employer branding ainda estão tomando forma no Brasil e, para tentar entender a dinâmica de sua evolução do mercado, a plataforma Employer Branding Brasil realizou uma pesquisa inédita sobre o segmento. O estudo detectou que o tema está em alta, uma vez que 62% das empresas já entendem sia importância e pretendem aumentar investimentos em marca empregadora no próximo ano.

“O employer branding ainda é novo no país e as empresas estão começando a investir na marca empregadora. E, com isso, vemos que agora que o Brasil começa a dar maior importância ao tema”, afirma Luís Testa, gerente de Employer Branding da Catho, e um dos idealizadores da plataforma.

Ainda segundo a pesquisa, 36% dos respondentes afirmaram que o assunto é tratado pelo RH e 24% não têm uma área específica pelas iniciativas de EB. Por outro lado, para 35%, o número de profissionais que compõe as equipes responsáveis pelas ações marca empregadora deverão aumentar. Já para 63% dos entrevistados, o número deve se manter estável.

A pesquisa também revelou as principais iniciativas em employer branding que estão no radar das empresas para 2019. Elas estão divididas entre construção ou revisão do Employee Value Proposition (24%), ou seja, o que uma empresa oferece aos candidatos e colaboradores como diferencial como local para se trabalhar; gestão da jornada do colaborador ou Employee Journey (18%); e ações de inclusão (10%).

“As empresas agora estão mais engajadas em investir em inciativas de employer branding e a principal delas é construir ou revisar um EVP mais atraente para os colaboradores e atrair novos talentos. Portanto, acredito que esse é um cenário que deve evoluir ainda mais no curto e médio prazos”, afirma Caio Infante, general manager Latam da TMP Worldwide e também um dos criadores da plataforma.