Notícias

Avon se une à ONU para combater a LGBTIfobia no trabalho

Share Button
Iniciativa global conta com um conjunto de diretrizes

A Avon formalizou compromisso com a ONU (Organização das Nações Unidas) para combater a discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais (LGBTI+) no ambiente corporativo em todo o mundo. A companhia aderiu aos Padrões de Conduta Empresarial da ONU, um conjunto de diretrizes desenvolvidas para engajar o setor privado no combate à LGBTIfobia.

Estereótipos desafiadores estão no centro de muitas de nossas campanhas e vamos continuar trabalhando para promover representações positivas de pessoas LGBTI+ em nossos negócios. Criatividade e inovação são desencadeadas quando todos podem florescer”, afirma Jan Zijderveld, presidente global da Avon.

A marca foi a primeira a colocar uma transexual em uma campanha de TV aberta, a ativista digital Candy Mel, e também teve uma longa parceria com a cantora Drag Queen Pabllo Vittar. Recentemente, também apresentou uma série de depoimentos de embaixadores da Avon e empresários de beleza da comunidade LGBTI+, incluindo a artista Rosa Luz, a modelo brasileira Bia Gremion e a revendedora Avon Gaby Varconti.

Se quisermos alcançar um progresso global mais rápido em direção à igualdade para lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais as empresas não terão apenas que cumprir com as suas responsabilidades em relação à preservação dos direitos humanos, elas precisam se tornar agentes ativos da mudança, explica Zeid Ra’ad Al Hussein, Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

Os padrões de conduta da ONU foram produzidos em colaboração com o Instituto de Direitos Humanos e Negócios e se baseiam nos Princípios Orientadores das Nações Unidas sobre Empresas e Direitos Humanos. Mais de 200 companhias em todo o mundo expressaram apoio ao padrão, refletindo a ampla adesão dos diversos setores empresariais.

Ao expressar apoio a esses padrões, a Avon se compromete a:

  1. Respeitar os direitos humanos em todos os momentos
  1. Eliminar a discriminação no local de trabalho
  1. Fornecer suporte no local de trabalho
  1. Impedir outras violações dos direitos humanos no mercado
  1. Atuar na esfera pública