Notícias

Empresa premia com14º salário funcionários que cumprem metas de leitura

Share Button

O Grupo Cometa, revendedor de motocicletas Honda, encontrou na leitura uma maneira de estimular a boa gestão e os resultados positivos em suas unidades. Hoje, o Cometa Leitura já atinge mais de 95% dos colaboradores. Além de ampliar a capacidade intelectual, o projeto é pré-requisito para habilitar colaboradores a participar de outro o programa, o “14º e 15º salário”, que no fim do ano premia os colaboradores, que tenham cumprido com as regras da empresa e atingido as metas estabelecidas, com o 14º salário. Ou seja, os profissionais que atingiram as metas propostas e leram um livro por mês, ganham o 14º salário, podendo chegar ao 15º.

Além da leitura, é necessário entregar um resumo do exemplar no final do mês para o setor de RH. Cerca de 1,8 mil colaboradores já foram premiados desde 2006, quando o projeto foi implantado.

Em média, 300 volumes ficam disponíveis nas bibliotecas das 16 concessionárias e do escritório central. Os títulos se referem à liderança, relação interpessoal, autoajuda, entre outros, mas Cristinei Melo, presidente do grupo, diz que várias sugestões são avaliadas regularmente, inclusive da área de ficção. “Nós avaliamos diversas sugestões e abrimos algumas exceções, como ocorreu com o livro O Futuro da Humanidade que não está relacionado diretamente à gestão de negócios, mas  leva o leitor à compreensão dos relacionamentos humanos e a refletir na vida pessoal e profissional”.

Mensalmente, as unidades realizam o Círculo do Livro, reuniões em que alguns funcionários são sorteados para comentar suas leituras. Dessa forma, mais pessoas conseguem entrar em contato com aquele conteúdo e o colaborador selecionado desenvolve outra competência, a oratória.

A presença nas reuniões, assim como a leitura, não é obrigatória, mas conta pontos para conseguir o 14º salário. Quem não participa de pelo menos 80% dos encontros perde 25% do bônus.