Notícias

Metodologias lúdicas nas organizações: Desenvolvendo pessoas.

Share Button
*Texto BRASKEM*

Desenvolver pessoas não é apenas dar-lhes informação para que elas aprendam novos conhecimentos, habilidades e destrezas e se tornem mais eficientes naquilo que fazem.

É, sobretudo, dar-lhes a formação básica para que aprendam novas atitudes, soluções, ideias, conceitos e que modifiquem seus hábitos e comportamentos e se tornem mais eficazes naquilo que fazem, formar é muito mais do que simplesmente informar, pois representa um enriquecimento da personalidade humana (CHIAVENATO, 2010).
Metodologias lúdicas de ensino contribuem para o desenvolvimento humano em uma organização? Segundo Chiavenato (2010), os princípios da psicologia organizacional estão se apresentando desconexos por metodologias conteudistas e metódicas. O integrante necessita ser desenvolvido, incentivando a sua criatividade, promovendo a inovação e seu próprio modelo de aprendizagem, descartando seus velhos modos de pensar e rotinas padronizadas de resolução de problemas organizacionais. A aprendizagem lúdica é a principal vantagem de uma organização, pois conduz à criatividade e inovação, muito além do condicionamento alcançado por alguns tipos de treinamento (CHIAVENATO, 2010). O desenvolvimento com o método LEGO® proporciona uma forma lúdica e dinâmica de reconhecimento de seus saberes essenciais e as competências dos sujeitos. Além disso, essa metodologia estimula a união entre exercícios manuais e cerebrais. Ao juntar as pequenas peças e pensar em conceitos, os indivíduos desenvolvem tanto o lado direito do cérebro (responsável pelos pensamentos lógicos), quanto o esquerdo (responsável pelo pensamento intuitivo e emocional). A união desses dois lados contribui para novas soluções e dilemas organizacionais (RASMUSSEN, 2015). O método LEGO® consiste em um kit de brinquedo cujo conceito se baseia em partes que se encaixam, permitindo muitas combinações. Oito desses blocos podem ser combinados de 915.103.765 maneiras. Crianças e adultos têm utilizado estes blocos e milhões de outros para construir modelos de seu mundo por cerca de 60 anos. Eles têm criado peças do mundo real que eles veem e do mundo que imaginam (RASMUSSEN, 2015). Por meio da fusão entre jogo e desenvolvimento organizacional, sistemas de pensamento e desenvolvimento estratégico, LEGO SERIOUS PLAY mostrou melhorar a qualidade das reuniões, acelerar processos de inovação, promover o crescimento de equipes e aumentar a qualidade da comunicação (RASMUSSEN, 2015).
Ao elaborarmos atividades lúdicas de ensino de desenvolvimento humano no ambiente organizacional, implementamos a melhoria contínua, promovendo, assim, a inovação. A partir do desenvolvimento de pessoas, estas atuam como facilitadoras: desenvolvendo as equipes em que atuam, contribuindo para a organização e influenciando os grupos na geração e inovação de ideias. Criatividade significa a “aplicação da engenhosidade e imaginação para proporcionar uma nova ideia, uma diferente abordagem ou uma nova solução para um problema” (CHIAVENATO, 2010, p. 401). Assim, ao pensarmos, diversificamos estes pensamentos, imaginamos através de nossa criatividade novas formas de criação e desta maneira damos seguimento ao processo de inovação. O desenvolvimento humano se dá a partir do seu modo de pensamento recriando novos modelos, estimulando a criatividade e proporcionando
novas formas de conhecimento e experimentação dos mesmos. Neste contexto, o desenvolvimento humano através de metodologias lúdicas de ensino, constitui-se numa abordagem de expansão contínua de habilidades, compartilhando experiências e conhecimentos.

A Importância do Lúdico: Explorando o brincar nas organizações.
A importância do lúdico na aprendizagem é fundamental, principalmente no crescimento e desenvolvimento das crianças. O lúdico tem influência no brincar e no desenvolvimento cognitivo e social, fazendo com que o aprendizado se torne mais fácil. Ele, através de jogos, proporciona a socialização e a obediência às regras, possibilitando assim, o raciocínio lógico da criança. Estas habilidades são desenvolvidas e aprimoradas com o tempo (SANTOS, 2011). No adulto, a exploração deste tema possui uma conotação mais ampla e de difícil compreensão, pois o adulto não possui mais os modelos da infância, que envolve o ato de brincar. O adulto esbarra na dificuldade de sair da zona de conforto como a criança está acostumada. O lúdico no ambiente organizacional auxilia o indivíduo a brincar e a desenvolver a criatividade, de forma que ele consiga ter um aprendizado com essa vivência. Assim, podendo ampliar os seus horizontes e enxergar além do que lhe é proposto todos os dias na empresa em que trabalha. Esta ação, permite que o indivíduo desenvolva uma motivação para alcançar mais metas, tendo um resultado satisfatório no final do seu trabalho e colabora com a construção e reconstrução do profissional que acaba se reinventando através da atividade de jogos. O lúdico faz com que o indivíduo aprenda ao brincar atingindo, assim, o seu desenvolvimento integral (SANTOS, 2001). O lúdico é essencial ao desenvolvido humano, podendo ser trabalhado em diferentes abordagens: individual, grupal, desenhos, leituras, jogos, dentre outras atividades. O lúdico proporciona uma maneira dinâmica e proveitosa, tornando-se possível agregar conhecimentos e saberes a partir da praticidade. O processo de aprendizagem através de atividades lúdicas no desenvolvimento humano estimula o pensamento, possibilita ao sujeito uma autorreflexão e a capacidade de interação com si mesmo. Além disso, resgata e adquire saberes e referências para a busca constante de melhores resultados para a organização em que atua. O lúdico se torna importante, pois tem como objetivo trabalhar em conjunto: corpo, mente e espírito. Abordando a prática de valores individuais e em grupo. A ludicidade se caracteriza por ser um modelo de aprendizagem vivencial, pois segundo Kolb (1997), esta dinâmica enfatiza a experiência no processo de aprendizagem. Para que ocorra o aprendizado é necessário, que as pessoas se envolvam completa e abertamente em novas experiências concretas. Em seguida, é necessário refletir sobre essas experiências e observá-las a partir de outras perspectivas. Depois, as conclusões obtidas devem ser generalizadas, criando novos conceitos que consigam integrar as observações em teorias lógicas. No final, deve-se transferir, ou mesmo testar, estes conceitos em novas situações, para modificar procedimentos, tomar decisões ou resolver problemas. A abordagem lúdica é essencial ao desenvolvimento humano, ou seja, é através do brincar, do imaginário, que possuímos a habilidade de desenvolver algo.
O lúdico favorece o encontro com a essência do ser humano, corroborando para o resgate do potencial criativo das pessoas, contribui para maiores técnicas de desenvolvimento de habilidades comportamentais nas relações interpessoais.

 

Priscila da Silva – Psicóloga CRP 07/30708

Posted in: