Notícias

O RH em dia com competências técnicas e comportamentais

Share Button
 Certificação testa e atesta conhecimento e habilidades dos profissionais

teamwork-382674_Geralt_Pixabay_br

Em 2016, Ana Cristina Piovan, diretora de RH da DuPont, participou da primeira turma brasileira do curso de certificação profissional internacional em Recursos Humanos oferecida no país pela ABRH-Brasil em parceria com a norte-americana SHRM – Society for Human Resource Management, maior entidade do gênero no mundo.

Na época, a executiva contou que, por ser formada em Engenharia de Produção, sua transição para Recursos Humanos exigiu muito aprendizado e a certificação foi importante para confirmar a validade do conhecimento adquirido ao longo dos mais de dez anos que atua em RH. “Também pude aprender mais sobre alguns conceitos aos quais talvez não tenha sido amplamente exposta”, citou.

Na prova certificatória, Ana Cristina conquistou a SHRM-SCP – Senior Certified Professional, destinada aos RHs envolvidos com o desenvolvimento de estratégias, influenciadores na comunidade, que analisam métricas de desempenho e alinham as estratégias de Recursos Humanos às metas organizacionais.

Ela é um exemplo claro de que, na busca pela competitividade de mercado, o RH, que permanentemente busca o desenvolvimento profissional dos times também tem que buscar seu próprio aprimoramento na carreira para a própria competitividade, assim como a da empresa em que atua.

Salete Beltrao2“A pesquisa Tendências Globais de Capital Humano 2018, feita recentemente pela Deloitte, destaca que ‘as organizações não são avaliadas apenas pelo desempenho financeiro ou pela qualidade de produtos e serviços. São reconhecidas pela maneira como tratam e engajam suas pessoas e clientes, pelo suporte dado à comunidade onde atuam e pelo impacto positivo na sociedade’. Nesse cenário de maior valorização do humano e respeito à sua subjetividade, com maior espaço para criatividade e expressão de pensamentos e emoções, a gestão de pessoas ganha ainda mais relevância”, assinala Salete Beltrão (foto), diretora de Certificação da ABRH-Brasil.

Para que isso se concretize, o RH tem de estar afiado em novas habilidades, como, por exemplo, utilizar tecnologias para avaliar informações e aconselhar executivos diante de questões que envolvam conduta ética. Isso sem falar do conhecimento técnico, seja na área de T&D, Remuneração ou Recrutamento e Seleção, para citar algumas.

Mas como saber se essas competências estão up to date?

De acordo com Salete, além de comprovar que o profissional conhece e aplica as 15 áreas de conhecimento em RH em três domínios – Pessoas, Organização e Ambiente de Trabalho –, a certificação da SHRM-ABRH atesta as seguintes competências, evidenciando o preparo do profissional de RH para impulsionar o capital humano na direção do desenvolvimento e crescimento das organizações:

LIDERANÇA – A capacidade de navegar na organização e alcançar os objetivos de RH, criando uma visão e missão determinantes para alinhar as estratégias e a cultura organizacional e para promover o papel do RH como parceiro de negócios.

ÉTICA – Habilidade de manter um alto nível de integridade pessoal e profissional, e de agir como um agente ético, que promove os valores principais, integridade e responsabilidade através da organização.

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL – Necessário para criar e manter uma rede de contatos profissionais dentro e fora da organização, para construir e manter relações, trabalhando como um membro efetivo de equipe, e para gerenciar conflitos.

COMUNICAÇÃO – A capacidade efetiva de promover mensagens concisas e comunicação informativa, escutar e endereçar as preocupações dos outros, e transferir e traduzir a informação de um nível ou unidade da organização para outro.

EFETIVIDADE GLOBAL E CULTURAL – A habilidade de dar valor e considerar as perspectivas e históricos de todas as partes, para interagir com os outros num contexto global, e de promover a diversidade e um ambiente de trabalho inclusivo.

PERSPICÁCIA PARA OS NEGÓCIOS – Entender as operações da organização, funções e ambiente externo, e aplicar ferramentas de negócios e análises para direcionar as iniciativas de RH e da operação consistentes com a estratégia da organização.

CONSULTORIA – A capacidade de trabalhar com todas as partes interessadas da organização em avaliar os desafios do negócio e identificar oportunidades de desenho, implementação e avaliação de iniciativas de mudanças, e de construir suporte contínuo em soluções de RH que vão ao encontro das mudanças de clientes e negócios.

AVALIAÇÃO CRÍTICA – Habilidade em coletar e analisar dados qualitativos e quantitativos e interpretar e promover descobertas que avaliem as iniciativas de RH e informam as decisões e recomendações aos negócios.

PRÓXIMA TURMA

Desde que a ABRH-Brasil trouxe para o Brasil o curso de certificação internacional para o profissional de RH, seis turmas já foram formadas. Em 18 de março, será iniciada a sétima, com aulas 100% on-line e interatividade em tempo real, o que permite participação de qualquer parte do país. Além disso, as aulas são gravadas, podendo ser assistidas a qualquer instante.

Mais informações podem ser obtidas aqui.

Imagem de abertura: Geralt/Pixabay
Foto: Divulgação